Poesia
Clicia Pavan 


Poesia, te conheço 
como a mim mesma.
em ti me encontrei... 
Calada te amei!!



Poesia, meus versos não são 
o melodioso canto de “Orfeu”.
Nem a luz etérea de “Cibéle”.
Não possuo um cetro mágico...
Nem ouro ou prata!!



Meus versos são o sereno 
da madrugada...
O sorriso do amado
As lembranças do passado... 



Se livre do apego vivo... 
Tenho aquela estrela...
Que devagarinho entra pela janela
iluminando meus versos.
Me fazendo sonhar ...



Poesia, trago no coração a esperança 
de cada dia viver a
singela beleza do amanhecer... 
Esperando o entardecer... 
sentindo toda beleza de Deus ....
Sentindo que vale a pena sonhar poetar ....
Ousar , amar... 
Vale a pena viver...

Proibido a cópia sem autorização da autora

Web designer Ana Amélia Donádio
romantichome@terra.com.br
Página editada em 22/09/2003.

 

 

 

 ®DireitosAutoraisReservados©

align=center>